domingo, 12 de novembro de 2017

Foz Côa ecoa no meu 💛





Tão bom que é regressar às origens. Ainda que não sejam as nossas, valem muito se te fazem renascer.

E foi sob este mote que, há uns dias, procurei renascer numa terra que agora também é minha e se confunde com as minhas origens.

Esta terra não me viu nascer, mas ao primeiro contacto deu-me Vida, deu-me Amor, deu-me Família, como se há muito me conhecesse.

Esta preciosa terra não me gerou, mas continua a receber-me de braços abertos e a ser para mim fonte de energia boa. Inspiração. Tranquilidade.

Dizem que devemos regressar aos lugares onde fomos felizes. Eu prefiro dizer que gosto mesmo é de voltar aos lugares onde eu SOU feliz. E levar comigo os meus tudos. :) Os meus três tudos!

E foi assim que, há uns dias, nos deixámos tocar pela brisa transmontana e pelas suas gentes. Mesmo não sendo a terra que nos viu nascer, esta é, sem dúvida, a terra onde queremos, vezes sem conta, renascer.

V.N.Foz Côa ainda ecoa nos nossos corações.




Com amigos do coração, em 2011.








terça-feira, 17 de outubro de 2017

Pormenores de um casamento




Estão a ver aqueles casamentos preparados ao pormenor, cheios de pompa e circunstância, em que a gravata do noivo combina com o lenço, a meia, a luva, as tolhas da mesa, os sapatos da noiva, a cortina do vizinho, o tapete de entrada e com tudo e mais alguma coisa? Eu também não. O nosso não.

Naquele sábado, tudo decorreu sem as loucuras de um planeamento antecipado de um ou dois anos. Umas poucas semanas e a magia acontece. Uma família talentosa e uns amigos que "valem mais que todo o ouro do mundo" e a felicidade espalha-se. E, sem protocolos a cumprir, contagia todos.

Na verdade, quanto mais nos preparávamos interiormente para o casamento, menos importavam os pormenores. Porque não passam disso mesmo: P O R M E N O R E S. Quanto ao resto, sim, tratámos nós!!! 😉






terça-feira, 26 de setembro de 2017

contagem crescente




Por aqui, não gostamos de contagens decrescentes. Preferimos receber as coisas e os acontecimentos de uma forma serena e deixá-los crescer. Assim como quem lança a semente à terra e espera pela planta, pelas folhas, pelas flores, pelos frutos.

E quando é de Amor que se trata, não há melhor que o deixar agigantar-se diante (e dentro) de nós...
Por aqui, já começámos a contar, em modo crescente, 1... :p

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

no país das maravilhas




O dia de hoje amanheceu mais cor-de-rosa!

Nem a chuva leve que caía, nem as nuvens que se adensavam no céu, conseguiram ofuscar o teu brilho.

E assim nasceu uma estrelinha maior e mais brilhante: a minha sobrinha!

Bem-vinda!!

Bem-vinda, Alice!! E, sem medo, faz da nossa Vida um país das maravilhas! :)

quarta-feira, 26 de julho de 2017

avós, obrigada!



Os meus filhos têm três pares de avós. Nem todos o são no papel, mas na Vida são. Ai se o são!

E é a eles que hoje quero deixar o meu profundo agradecimento por tudo o têm feito. Por mim, pelos meninos, por nós.

Obrigada por fazerem valer os laços de Amor sobre os laços de sangue. Sem vocês, os nossos sorrisos não teriam certamente o mesmo encanto.

Obrigada. Muito obrigada!